sexta-feira, 15 de abril de 2011

Barriga eu?! Sai pra lá! Veja dicas de como evitar e tratar esse probleminha!

Pesquisei um pouco sobre esse assunto que muitas vezes nos tira o sono. Dizem as pesquisas, o que não deve ser novidade para nós, que 43% das brasileiras não está satisfeita com sua barriga/abdomen.

Nada mais complicado que aquela barriguinha chata, que por mais que a gente faça dieta não some, né?!

>> Então fique atenta a algums vilões, evitando:

- alimentos que produzam gases, como feijão, leite, queijos, enlatados e refrigerantes. Eles deixam a barriga inchada;

- líquidos durante as refeições, pois eles causam o aumento do volume do estômago, e acabando deixando-o dilatado. Assim, você acabará ingerindo cada vez mais comida e terá uma barriga inchada;

- alimentos que retém líquidos, ricos em sódio, alimentos industrializados de forma geral, embutidos, sal de cozinha em excesso;

- alimentos gordurosos - a gordura possui uma digestão mais lenta e com isso os alimentos gordurosos acabam permanecendo mais tempo no trato gastrointestinal favorecendo aumento de seu volume;



- falta de exercício;

- falta de postura do corpo. A falta de postura também contribui para o aparecimento de barriguinhas indesejáveis, fazendo ficar saliente e flácida. Então meninas quadril encaixado, ombros pra trás e coluna reta;

- dormir de barriga muito cheia. O metabolismo à noite está mais lento, então comer muito à noite não é uma boa ideia;

- Atenção a alguns adoçantes - alguns adoçantes são a base de sorbitol que fermenta no organismo provocando gases. Algumas frutas secas como uva passa, damasco, banana e principalmente ameixa seca também possuem em sua composição sorbitol.




>> O que ajuda a eliminar e evitar a barriguinha


- beber muita água, líquidos como chás, suco de frutas naturais, água de coco, etc.;

- ingerir alimentos ricos em fibras, como: verduras, legumes, frutas, alimentos integrais, aveia, farelo de trigo, semente de linhaça e outros. Isso vai favorecer o trabalho intestinal, o que ajuda muito, pois prisão de ventre dá barriga;

- alimentos considerados diuréticos: chás, suco de limão, melancia, morango, abóbora, agrião, escarola, folhas de beterraba, pepino;

- baixar o percentual de gordura do seu corpo, fazendo atividades físicas e cuidando da alimentação;

- fazer exercícios aeróbicos, como caminhadas, corridas, natação, ciclismo, dança. Eles usam o oxigênio e aceleram a queima de gorduras;

- fazer exercícios anaeróbicos como musculação e ginástica localizada para modelar a barriga e o corpo como um todo. Eles não queimam muito a gordura, mas aliados aos aeróbicos deixam o corpo mais definido e firme;

- se alimente de forma fracionada, ou seja, coma porçoes pequenas, mas várias vezes ao dia;

- mastigue bem os alimentos, isso asjuda na digestão e absorção dos alimentos, além de ajudar o cérebro a registrar saciedade;


- aumente a ingestão de alimentos diuréticos - erva doce, salsão, coentro, berinjela e endivias, alho, limão, noz-moscada, cebola, salsa, hortelã; abacaxi, melancia, maracujá e chá: em especial, chá de salsa: acrescentar algumas folhinhas de salsa à água quente, adoçar ou não com adoçantes. E chás de ervas ( gengibre/ canela / cardamomo: fazer um mix dos ingredientes e acrescentar água que ferveu) ou frutas. 

>> Segredinhos de algumas famosas

Ana Claudia Michels contou que toma fórmulas indicadas pelo endocrinologista Samir Faisal. "Elas ajudam a regular o intestino, a melhorar o metabolismo e desinchar a barriga". Além disso ela se priva de álcool e refrigerantes e sempre contrai o abdômen na hora que faz exercícios.

Adriane Galisteu contou que tem um kit para um abdômen sarado. "Faço drenagem linfática duas vezes por semana, uso de aparelhos, como Accent, Ultra Accent e Vela Shape, uma vez por semana, alimentação balanceada e 600 abdominais todas as vezes que malho, mas já cheguei a fazer mil'. Haja fôlego!

Outra top, Isabel Hickmann diz evitar comer lactose porque ajuda acumular gordura na barriga. Além disso usa um óleo da Weleda que, apesar de ser para celulite, passa na barriga todas as noites, após o banho. "Também faço três séries de 30 abdominais para trabalhar toda a região''.

Bom, meninas acho que é isso, vou começar a tentar aplicar algumas dicas, pois depois que tive filho comecei a me preocupar com esse problema também, hehehe.

Fontes de pesquisa: Vilamulher, MulherFeliz, Copacabanarunners e Dieta e Saúde


Nenhum comentário:

Postar um comentário